Cachorro American Pit Bull Terrier

Cachorro American Pit Bull Terrier

O American Pit Bull Terrier é um cão que sempre impressiona já no primeiro contato. Isso porque além de ser um cachorro forte, bonito e cheio de energia, ele também pode ser super carinhoso. Que tal conhecermos mais sobre a raça?

História do American Pit Bull Terrier

O American Pit Bull Terrier é o que conhecemos hoje como a combinação entre os bull e os terrier, ou seja, duas diferentes espécies de cachorros. Tais cães foram vistos pela primeira vez na Inglaterra, no começo do século XIX.

O Bull and Terrier, como era conhecido nessa época, resultou da necessidade dos ingleses de combinarem características como habilidade de combate e bastante energia, o que os levou a cruzarem as seguintes espécies: os atléticos Terriers e o antigo Bulldog Inglês.

Entre os anos de 1850 e 1870, quando enviados aos EUA, tais cães passaram a ser desenvolvidos em intensidade muito maior ? uma vez que era utilizado para caçada, para captura de outros animais e, é claro, como grande e fiel companheiro das famílias. E não tardou para que a raça, reconhecida em 1898, passasse a ser um verdadeiro símbolo do país norte-americano ? mas atualmente, ela já é comum em todos os cantos do mundo.

Principais características do American Pit Bull Terrier

O American Pit Bull Terrier é um cão norte-americano, inicialmente, com função de lutador. Porém, nos dias de hoje, ele se adéqua principalmente as famílias.

A altura do American Pit Bull Terrier varia entre 35 a até 60 cm e o seu peso vai de 10 a 35 kg. Porém, o que verdadeiramente impressiona é a sua fisionomia: cabeça estilo ?tijolo? que facilmente se adapta a um pescoço bem definido e igualmente musculoso. O pescoço segue até o tórax do animal, largo e arqueado.

Os pêlos do American Pit Bull Terrier, por sua vez, são espessos, curtinhos e bem brilhantes. Já as tonalidades são as mais variadas possíveis: marrom, preto, mel, marrom com branco e muitas outras são aceitas.

E o comportamento do American Pit Bull Terrier?

Tudo o que tem de força e agilidade, o American Pit Bull Terrier também tem em vontade de agradar. Pois é: pesquisas comprovam que o Pit Bull é o cão que mais conseguiu despertar nos seres humanos respostas racionais (ou não) e principalmente emocionais.

Também cabe aqui destacar que o American Pit Bull Terrier é sim um cão agressivo, porém, nunca com seres humanos. Suas tendências de agressividade são naturais da espécie, mas unicamente com outros animais ou raças caninas. E tudo tem MUITO a ver com o comportamento do dono do cão e no modo como ele for criado e treinado. 

Existem locais onde a criação destes animais chegou a ser proibida por lei, devido aos inúmeros casos de acidentes com ataques a pessoas. Em muitos casos eles eram criados como cães de briga, mal treinados e acabavam virando armas sem controle.

Sendo assim, quando bem criado, o American Pit Bull Terrier é um cão extremamente calmo, obediente, inteligente e um ótimo cão de guarda. Se precisar, ele vai lutar com um inimigo até a morte para defender o seu dono e, principalmente, as crianças da família. Divertido, leal e muito bem-humorado, o American Pit Bull Terrier promete se dar ainda melhor com as crianças e bebês.

Por ser um cachorro cheio de energia, o American Pit Bull Terrier dificilmente conseguiria se adequar a um ambiente pequeno. Por isso, prefira a raça unicamente se viver em casa ao invés de apartamento, e preferencialmente, que seja uma casa com amplo quintal.  O cachorro precisa de espaço para se exercitar e locais pequenos ou confinamentos podem alterar seu estado de humor e desenvolver situações de estresse e agressividade, como em qualquer outra raça.

Definitivamente NÃO é um cachorro para apartamentos.  E nem tão pouco para marinheiros de primeira viagem. Este é um cão para quem já tem experiência com cachorros de grande porte, ou é profissional do ramo.

Com o treinamento certo é possível ter um cão equilibrado

 

 

Comments

comments