Cachorro ou gato? como escolher

Cachorro ou gato? como escolher

A dúvida é comum e atormenta a todos aqueles que estão pensando em trazer um animal de estimação para alegrar a residência. Mas quando a pessoa gosta tanto dos gatos como também dos cachorros, tomar uma decisão final entre um ou outro pode não estar entre as mais simples tarefas.

Pensando nisso, esse artigo tem como objetivo mostrar qual é a personalidade de cada um dos animais de estimação para que você possa concluir qual é aquele que mais combina com as suas próprias características. Vamos lá?

Cachorro ou gato? Algumas dicas para ajudar a escolher

Os cães, geralmente, são considerados animais mais fiéis ? e não, isso não é um mito. Sendo assim, para quem está em busca de um verdadeiro companheiro de quatro patas, o cachorro pode ser uma ótima escolha. Eles querem estar sempre o mais próximo possível dos donos, demonstrando afeto constantemente.

Por outro lado, o gato é um animal mais independente ? mas isso não significa que ele não te ame. O temperamento dos bichanos é mais forte e, por isso, eles não vivem simplesmente ?à mercê? dos agrados para o dono.

Suas demonstrações de carinho e afeto também são diferentes, como o piscar dos olhos ou o simples fato de se esfregarem em suas pernas como um sinal de ?que bom que você está aqui?.

No que se refere à escolha entre o cachorro ou o gato, você também deve fazer uma pergunta a si mesmo (e responder com sinceridade): qual é a sua disponibilidade diária de tempo? Se a resposta for: baixa, pouca ou derivada disso, pode ser que o cachorro não seja a melhor alternativa.

E é exatamente por conta da independência dos gatinhos que eles lidam melhor com a ausência do dono. Dessa forma, eles requerem menos atenção e podem passar um dia sozinhos tranquilamente (inclusive, eles vão adorar).

Mas quando chegar em casa, se prepare para alguns miados (provavelmente porque eles estão com fome ou sede) e, é claro, para boas ?esfregadas? na perna.

Mas não espere o mesmo dos cachorros, que são animais muito mais dependentes emocionalmente e, por isso, querem brincar, querem companhia e, é claro, atenção (constante!).

Se você não tiver tempo diário para isso, ele pode até mesmo desenvolver algumas sequelas, tais como ansiedade, latido em excesso e até mesmo a depressão canina.

E até mesmo os gastos com cuidados de higiene também devem ser levados em consideração na escolha, uma vez que cachorros os demandam de uma forma muito mais expressiva. Até mesmo o banho (que os gatos podem fazer por conta própria) vai culminar em uma visita ao veterinário.

E neste sentido os gatos levam vantagem por serem mais limpos ? eles fazem suas necessidades na caixinha de areia e se acostumam com isso em pouquíssimo tempo de treinamento.

Mesmo assim, a higiene não consegue ser mantida só com as lambidas e alguns banhos com água e sabão também precisam se encaixar na sua programação de cuidados.

O cachorro, de forma geral, é indicado para quem busca não só um companheiro, mas também alguém que ?proteja? a casa. Eles também são adeptos às atividades físicas (totalmente ao contrário dos preguiçosos gatinhos) e poderão lhe acompanhar em corridas, caminhadas e até mesmo em outros esportes.

 

Dica da hora: Problemas com pulgas e carrapatos? conheça o Frontline spray para cães e gatos

Comments

comments