Como cuidar melhor do seu cão idoso

Como cuidar melhor do seu cão idoso

Quando um cão se aproxima da velhice é normal sentir uma diferença em seu comportamento, devido à demonstração constante de cansaço impaciência.

Acontece que para o cão começar a envelhecer passa a ser um processo mais delicado, já que ele dependerá muito mais do seu dono para localizar sua comida e também para praticar exercícios que possam melhorar seu estilo de vida durante a velhice.

É importante destacar que para um cão ser considerado idoso ele já deve estar vivendo, pelo menos, um terço final da sua expectativa de vida.

Sendo que a expectativa de vida de um cão pode variar entre a raça e o porte do cachorro.

Segundo alguns veterinários a velhice pode ser relativa entre algumas raças, mas geralmente os sintomas começam a surgir a partir dos 8 ou 10 anos de idade do cão.

Para os cães, a velhice faz parte de um processo biológico que se caracteriza pela perda de velocidade do metabolismo, fazendo com que ocorra uma redução de sua capacidade de regeneração, reserva e compensação por alguns órgãos.

Com isso, é normal os cães desenvolverem doenças que são exclusivas dessa faixa etária, necessitando de cuidados específicos para garantir maior bem-estar ao dia a dia deles.

Cuidados necessários para cães idosos

Existe uma série de cuidados que devem ser inclusos na rotina dos cães idosos. Depois certa idade eles passam a ter dificuldades de movimentação e, em alguns casos, até mesmo de mastigar a ração que costumava comer diariamente.

O mais importante é que o dono perceba que a partir desse momento ocorre uma mudança de rotina, para que o cão sinta-se confortável consigo mesmo.

O importante é que o dono continue realizando alguns tipos de exercícios que possa ajudá-lo manter uma boa saúde, mas de forma com que ele não seja forçado.

O ideal é realizar caminhadas mais lentas e não muito longas, para que o esforço não prejudique partes do seu corpo.

Procure caminhar com seu cão ou realizar outras atividades em horários propícios do dia, ou seja, horários em que o sol não esteja tão forte.

Outro fato importante é não mudar drasticamente o ambiente onde o cão é acostumado a viver, mantendo todos os seus itens no mesmo lugar.

Os veterinários afirmam que quando o cão começa a ficar mais velho, passa a ser importante manter uma rotina.

No quesito alimentação é importante consultar um veterinário, pois eles poderão indicar rações exclusivas para cães idosos, com níveis mais baixos de calorias, mais fibra e entre outros.

Faça seu cão se sentir querido

Outro fato notável em cães que se aproximam da velhice é que a carência e a sua necessidade por atenção passa a aumentar, por isso o carinho deve ser redobrado.

É importante que o seu dono e pessoas do seu convívio demonstrem o quanto o cão é querido, amado e desejado naquele lar.

Para as pessoas a dica é simples, tente compreender as diferenças que ocorrem nas fases da vida de um cão, permanecendo sempre ao seu lado.

 

Dica da hora: Problemas com latidos em excesso? experimente a Coleira Anti-Latido

Comments

comments