Como lidar com a ansiedade do seu animal doméstico, seja cão ou gato

Como lidar com a ansiedade do seu animal doméstico, seja cão ou gato

Da mesma forma que nós, seres humanos, que respondemos aos estímulos externos, os cães e os gatos se comportam de forma semelhante. Um animal de estimação ansioso, entre outras características, pode apresentar agressividade, falta de ânimo e obesidade.

Você sabe o que fazer nesses casos? Um cachorro estressado, por exemplo, pode vomitar, latir durante a noite e sofrer, constantemente, com diarreias, tendo a saúde e bem-estar afetados.

É essencial estar antenado à essas reações dos cachorros e gatos, pois, quando não há o tratamento adequado para a ansiedade animal, eles podem piorar – o que, por vezes, implica em diversos problemas para o dono. Saiba como lidar com o seu bicho de estimação acompanhando as dicas abaixo:

O que causa a ansiedade nos cães e gatos?

Diversos são os fatores que podem causar a ansiedade nos animais de estimação, como a ausência do dono, os barulhos da cidade, como os fogos de artifícios e música, demasiadamente, alta.

Como sabemos, tanto os cachorros quanto os gatos possuem audição apurada e frágil, sendo este o motivo que pode gerar estresse e ansiedade quando existem muitos ruídos.

Outros problemas, como bater ou gritar com os animais também podem desencadear a ansiedade.

Como evitar a ansiedade do seu animal doméstico?

?    Não permita que o cachorro ou gato se torne muito dependente de você, pois isso contribuirá para o sentimento de falta de segurança e ansiedade quando você não estiver por perto. Uma boa forma de evitar isso é não permitir que o animal siga você enquanto anda. Eduque-o com carinho e atenção;
?    Compre brinquedos para o seu bicho de estimação. Assim, enquanto você estiver fora ele terá objetos para se distrair e gastar as energias. Produtos aromáticos e CD?s de músicas para animais também ajudam a evitar a ansiedade;
?    Deixe os comedouros e bebedouros sempre à vista do seu animal de estimação. Eles costumam se sentir ansiosos quando sentem fome e não encontram o alimento;
?    Não bata, agrida ou grite com o cachorro ou gato. Estas são ações que prejudicam o comportamento animal, tornando propício para que eles se tornem mais agressivos, inseguros e ansiosos;

Os treinamentos auxiliam?

Cursos, treinamentos e adestramento são formas eficientes de aprender a controlar com sabedoria a ansiedade do seu animal. As atividades físicas, como essas apresentadas, além dos passeios, são benéficas aos animais, já que nelas eles gastam a sua energia acumulada, brincando, atendendo à comandos e você, também, pode aprender táticas sobre como acalmar o cão, evitando, por exemplo, os problemas em relação à latidos ou miados durante a noite.

Existe tratamento para a ansiedade de cães e gatos?

Normalmente, com simples adaptações à rotina do cachorro ou do gato a ansiedade costuma desaparecer. Porém, nos casos em que ela apresenta-se muito evoluída, causando sérios danos à saúde animal e convivência com o dono, o mais indicado é procurar a assistência veterinária profissional.

Florais de Bach, homeopatia e ansiolíticos animais podem ser utilizados durante o tratamento, sempre de acordo com a indicação de um profissional de sua confiança.

Lembre-se que cada raça, de cachorro e de gatos, apresentam características exclusivas. Cuidar bem do seu bicho de estimação ainda é a melhor forma de evitar os problemas.

 

Comments

comments