Conheça o Bulldog Francês e Se Apaixone

Conheça o Bulldog Francês e Se Apaixone

Os buldogues franceses são cães que, além de lindos, são extremamente agradáveis, se apegam aos donos com facilidade e estão sempre dispostos e cheios de energia.

E se você também estiver pensando em ter um desses para chamar de seu, confira neste artigo as principais características do bulldog francês.

Mais detalhes sobre o Bulldog Francês

? Histórico do cão

No Brasil o bulldog francês é conhecido por esse nome, mas na França, sua original nomenclatura é ?Frenchie?. E por mais que a raça geralmente seja atrelada à França como país de origem, na verdade, outras duas nações também contribuíram para a sua existência: Estados Unidos e Inglaterra.

O pequeno bulldog, ou seja, a original raça bulldog foi uma contribuição inglesa. Os criadores da França, por sua vez, foram os grandes responsáveis por aprimoramentos e transformações na raça. Mas, foi só nos EUA que o cãozinho que conhecemos hoje manteve as suas orelhinhas de morcego como exigência, o que hoje, é uma ?marca registrada? da raça.

? Principais características da raça

O bulldog francês é um cão com uma grande variação de cores ? branco, preto, tigrado, marrom, creme, preto com marrom, cinza e até mesmo outras tonalidades mais raras.

Sua altura média é de 35 cm, pesando entre 8 a 14 kg. A expectativa de vida deste dog, por sua vez, é de 13 a até 16 anos. A pelagem do bulldog francês é uma das grandes peculiaridades da raça, uma vez que é bem curtinha, lisa e macia.

? Comportamento da raça

O bulldog francês é um cão preguiçoso para a prática de exercícios, mas que por outro lado, está sempre cheio de energia para a realização das mais variadas atividades. Seu focinho achatado faz com que ele esteja longe de ser um bom nadador ? mas adora caminhadas e até mesmo curtas corridas com seus donos.

O bulldog francês é um cão carinhoso, super apegado ao dono e que está disposto a protegê-lo acima de tudo. Inteligente, ele vai adorar qualquer brincadeira que você venha a propor.

Em seus picos de energia, você vai realmente cogitar que ele seja hiperativo. Mas, quando adulto, essa energia promete diminuir bastante, abrindo espaço para a preguiça.

E se você estiver pensando em um cão passivo, calmo e que esteja sempre relaxado, esqueça: o bulldog francês não vai suprir isso.

O bulldog francês também precisa receber atenção constante, motivo pelo qual deixá-lo em casa sozinho o dia todo não deve ser uma opção.

No que se refere à interação, não há com o que se preocupar: se uma visita chegar em casa, pegar ele no colo e começar a acarinhá-lo, ele certamente vai adorar.

E se por um lado o cão é extremamente sociável com os adultos ? e principalmente com as crianças ? ele não mantém essa característica com outras raças e promete ser bem encrenqueiro se você deixar.

? Casa ou apartamento?

Casa, sempre.

E os motivos são bem claros: o buldogue francês é bem hiperativo e cheio de energia, o que faria com que seus vizinhos (em caso de apartamento) ficassem loucos.

Além disso, deixá-los confinados também pode torná-los obesos, uma vez que, se não praticar atividades físicas diárias, o índice de incidência de obesidade nessa raça é bem grande.

 

Comments

comments