Microchips para cachorro, vantagens e desvantagens

Microchips para cachorro, vantagens e desvantagens

Cada vez mais donos de cachorros têm procurado clínicas veterinárias e pet shops para colocar o microchip para cachorro em seu pet.

Veterinários incentivam o procedimento, afinal, fica muito mais fácil encontrar os donos de um animal que possua microchip do que os que não têm.

Mas se você está cheio de dúvidas sobre o assunto, não precisa se preocupar. Aqui você vai tirar todas as suas dúvidas e aprender tudo sobre os microchips utilizados em cachorros, gatos ou qualquer animalzinho de estimação.

O que é este microchip?

microship para cachorro

O microchip tem um tamanho bem pequeno, quase como um grão de arroz. É produzido industrialmente, em vidro cirúrgico, o mesmo material que é utilizado em marca-passos nos seres humanos, por isso não causa nenhum dano ao animal. Dentro dele, fica um circuito elétrico único, que não pode ser alterado jamais.

Ou seja, somente um cachorro no mundo possui o mesmo código de microchip, o que facilita que o animal seja encontrado caso se perca.

Depois de inserido, o dono do animal recebe um código. Então é preciso acessar um site e inserir todas as informações possíveis, como característica do animal, nome, endereço de contato, nome dos donos e por aí vai.

Desta forma o animal poderá ser identificado mais facilmente depois de encontrado, caso tenha se perdido.

Ele precisa ser levado a uma clínica que possua leitor de chips e então as informações são encontradas.

É importante deixar bem claro que os microchips não tem GPS, portanto não há como encontrar o animal buscando pelo código. Ele é útil porque ajuda na identificação do animal, mas não aponta onde ele está.

Como o microchip é inserido?

colocando microchip no cachorro

O microchips é inserido dentro da pele do animal, perto da nuca. O procedimento é feito de forma muito rápida, como uma injeção e por isso não é necessário sedar o animal ou dar nenhum medicamento.

O animal vai sofrer?

O animal pode sentir um pouco de dor, como acontece na hora das vacinas. Ele não vai sentir o microchip no corpo e nem vai sentir nenhum mal estar depois. A durabilidade do microchip é para toda a vida do animal e não precisa ser trocado.

Quais são as principais vantagens de colocar um microchips em um animal?

A principal vantagem é a tranquilidade de saber que ele poderá ser encontrado mais facilmente se for perdido. Além disso, alguns países obrigam que o animal possua o microchip em viagens internacionais.

Há desvantagens em colocar o microchip?

Na verdade não há nenhuma desvantagem no procedimento. Há quem diga que o valor é um pouco alto, variando em torno de R$ 100,00.  Mas o valor pago é muito baixo se comparado com a tranquilidade e segurança que traz aos donos.

Outra desvantagem é com relação à atualização dos dados. Caso os donos não atualizem as informações que sofreram alterações não será possível contatá-los mesmo que estejam com o microchip.

Como saber se um animal tem o microchip?

Somente olhando não tem como dizer se o animal possui ou não o microchip. Portanto, se por acaso encontrar algum animal na rua que pareça perdido, procure uma clínica veterinária para verificar se o animal possui o microchip.

Desta forma será mais fácil encontrar os seus donos, entrar em contato com os mesmos e fazer com que todos tenham um reencontro super feliz.

 

Dica da hora: Já ensinou o cachorro a fazer xixi no lugar certo? então agora é hora de comprar tapetes higiênicos Super Secão.

Comments

comments