Tudo sobre a raça Poodle

O poodle é um cachorrinho bastante comum nas casas brasileiras, muitas vezes devido ao seu tamanho altamente adaptável a qualquer ambiente, outras pela fofura dos seus pelos encaracolados que cativa completamente as pessoas, outras tantas pelo instinto alerta e de proteção que essa raça oferece. O certo é que é um cachorro geralmente dócil que encanta milhares.

Mas o poodle vai muito além de um punhadinho de pelos encaracolados que remetem a sua figura a um animalzinho frágil. Esta é uma das raças mais inteligentes que existe, é altamente fiel e bastante apto a ser adestrado, onde demonstrará muita obediência. Mesmo os mais mimados pelos donos possuem a característica de obediência, aprimorando essa qualidade com o adestramento adequado.

Tudo sobre a raça Poodle

Tipos de Poodle

Existem alguns tamanhos distintos de poodle, e embora todos eles sejam a mesma raça, existem algumas pequenas diferenças de comportamento entre eles. Os menores são relativamente mais ativos e mais brincalhões. Os maiores (médio e gigante) em geral são mais tranquilos e mais obedientes.

Seus pelos devem ser escovados todos os dias para que não fiquem embaraçados, principalmente quando há troca de pelos. Os banhos devem ser dados uma vez por semana ou uma vez a cada quinze dias, para manter sua higiene.

Personalidade do Poodle

É um cãozinho bem ativo, sempre alerta, normalmente se dá bem com outras raças e é muito amável com crianças. Adora a companhia da família, principalmente do dono, e se dá muito bem com pessoas conhecidas. Pode, no entanto, estranhar um pouco pessoas que não fazem parte do seu círculo normal.

Além disso, por serem cães ativos, os poodles necessitam gastar a sua energia diariamente tendo que ter contato diário com a família ou o tratador. São brincalhões e se dão muito bem no seio familiar e com crianças. Eles têm a tendência a latir bastante, mas podem aprender a fazê-lo com menor frequência, pois é um cão dotado de boa inteligência. Uma boa escolha como cão de companhia e de alarme.

Dúvidas frequentes sobre Poodle

  1. O poodle é um bom cão para as crianças?

Seu caráter equilibrado e sua intensa energia fazem dele um companheiro perfeito para as crianças em fase de crescimento. Além disso, são capazes de transmitir um afeto incondicional, contribuindo para fortalecer a auto-estima de crianças e adolescentes.

  1. Os poodles são frágeis e adoecem facilmente?

Não. Os poodles podem parecer frágeis, mas são cães fortes e resistentes, suscetíveis a pouquíssimas doenças. Quando recebem uma alimentação equilibrada e uma adequada medicina preventiva, os poodles dificilmente adoecem e podem viver até 15 anos.

  1. Posso ter um poodle no meu apartamento?

Sim, mas sempre dedicando a atenção e o afeto que ele precisa e merece. O poodle é um cão de porte pequeno/médio, sociável e com grande capacidade de adaptação. Por isso, é uma raça apta para ser criada em ambientes reduzidos, como apartamentos. Porém, precisam se exercitar, ser bem educados e ter a companhia de seus tutores para evitar signos de depressão, ansiedade ou stress.

  1. O poodle pode conviver com outros cães ou gatos?

Depende. Introduzir um novo animal no ambiente de seu poodle requer paciência e conhecimento. Os cães possuem um instinto de guarda inerente a sua natureza, por isso, podem se mostrar desconfiados frente a desconhecidos. Por isso, um novo cão ou gato deve ser apresentado ao seu poodle, preferencialmente quando um deles ainda é um filhote. Caninos e felinos estabelecem suas noções de convivência durante sua infância.

História e origem da raça

A raça Poodle é geralmente retratado em desenhos animados como cachorros de madame, geralmente com uma tosa que deixa pelos maiores apenas na cabeça, rabo e patas, de estereótipo orgulhoso. De fato, são orgulhosos, assim como ativos e muito inteligentes, sendo muito fácil treiná-los.

É uma raça extremamente dócil e que adora agradar seu tutor, eles se afeiçoam rapidamente pela família que o adota e é um fiel amigo, tanto que é o quarto cachorro mais popular do Brasil.

Crê-se que seus ancestrais vieram da Ásia e eram ajudantes de pastoreio, mas a raça foi popularizada na França, Rússia e Alemanha. Eram originalmente animais usados para caça e apenas no século 18 passou a ser animal de estimação.

Fontes:

Dica da hora:Gostaria de aprender a treinar seu cachorro em apenas 15 minutos por dia?? Confira